• Home
  • Blog
  • Quer viajar pela América do Sul? Conheça 6 dicas imperdíveis

Quer viajar pela América do Sul? Conheça 6 dicas imperdíveis

Viajar é sempre uma ótima experiência. Agora, imagine ter por perto destinos incríveis e para todos os gostos, como praias, desertos, montanhas e sítios arqueológicos?

Tudo você encontra ao viajar pela América do Sul. Então, se você ainda não teve esta experiência ou se está se preparando para ela, continue lendo nosso post, pois vamos dar dicas imperdíveis para tornar a sua viagem ainda melhor.

Acompanhe!

1. Escolha seu destino

Entre os destinos mais procurados da América do Sul está Machu Picchu (Peru), a cidade perdida dos Incas. Para conhecer mais sítios arqueológicos, você pode incluir a cidade de Cusco e o Vale Sagrado no seu roteiro.

Destinos incríveis são, também, as praias da Colômbia, como as de San Andrés e as do Parque Nacional Tayrona, banhado pelo mar azul do caribe.

Se você preferir as belezas áridas, o deserto da Atacama (Chile) e o Salar de Uyuni (Bolívia) são ótimas escolhas.

Muitas outras regiões da América do Sul também valem uma visita, como Pucón (Chile) e seu belo vulcão e a rota dos Sete Lagos (Argentina), que une as cidades de San Martin de Los Andes e Villa la Angostura e oferece belas paisagens da Patagônia.

2. Defina seu roteiro

Se você ficou com vontade de conhecer todos esses lugares, talvez seja melhor elaborar um roteiro estratégico e eleger um tema central para sua viagem, como praia, deserto ou montanha, por exemplo. Isso facilita na hora de escolher as cidades e os países que você quer visitar.

3. Pense na logística

Outra vantagem de eleger um tema central para a sua viagem é a logística. Isso porque estamos falando de um continente muito extenso, o que pode dificultar — ou, pelo menos, onerar — o deslocamento entre os países.

Nesse sentido, tenha em mente a proximidade entre seus destinos na hora de montar o roteiro. Você pode optar por conhecer Argentina e Uruguai ou Peru, Bolívia e Chile. Enfim, são muitas as opções!

4. Faça um planejamento

Estamos falando de um continente muito grande e com opções limitadas de transporte entre os países. Por isso, planeje com atenção o número de dias que vai permanecer em cada lugar.

Para desfrutar ainda mais de cada cidade, adeque seu roteiro ao tempo de férias disponível. Não tente incluir todas as cidades da América do Sul em uma viagem de 30 dias, pois a chance de você não apreciar essa experiência é grande. Eleja poucas cidades para ter a oportunidade de desfrutar bem de cada uma delas.

Além disso, considere o clima na época em que pretende visitar a região de destino. Se a sua intenção é ir para as praias, o ideal é agendar seu passeio para o verão. Mas se você pretende esquiar em Bariloche (Argentina), prefira ir no inverno.

5. Confira a documentação

Para circular pela América do Sul não são necessários passaporte nem visto. Basta a apresentação do RG em bom estado e emitido há menos de 10 anos. Já a CNH não é aceita.

A Bolívia exige imunização contra a febre amarela. Não deixe de conferir se os seus destinos de viagem também solicitam o Certificado Internacional de Vacinação e providencie o seu.

Para deixar seu passeio mais tranquilo, não se esqueça de contratar um seguro de viagem.

6. Fique atento à moeda local

Embora quase todos os países façam parte da Mercosul, ainda não temos uma moeda única. Por isso, ao viajar, confira a moeda local do país de destino. E não se confunda: mesmo nos países que adotam o peso há diferenças. Os pesos argentino, uruguaio e chileno são moedas distintas.

Os locais mais turísticos ainda aceitam o dólar e até mesmo o real. No entanto, pode ser arriscado viajar apenas com eles; o ideal é ter pelo menos um pouco da moeda local.

Além disso, trocar a moeda no país de destino pode ser mais vantajoso do que trocar no Brasil. Mas fique atento às casas de câmbio, não se arrisque o mercado paralelo e nem vá atrás de pessoas desconhecidas que prometem uma conversão surreal.

Seguindo essas dicas, viajar pela América do Sul vai ser tranquilo e muito prazeroso!

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *