• Home
  • Blog
  • Entenda tudo sobre os valores de franquia em seguro auto

Entenda tudo sobre os valores de franquia em seguro auto

Escolher um tipo de seguro para seu carro pode ser difícil, afinal, como ter certeza de que se está contratando um bom serviço para proteger um bem no qual você investiu tanto dinheiro? Por isso, conhecer os tipos de seguros disponíveis no mercado e como funcionam é essencial para ter a certeza de um bom negócio.

Para te auxiliar nessa tarefa, elaboramos um guia definitivo explicando tudo sobre os valores de franquia em seguro auto, como os preços são calculados de acordo com cada cenário e se vale a pena investir em opções que cobrem roubo de retrovisores e vidros. Confira!

O que é a franquia em seguro auto?

No Brasil, os seguros são divididos em duas categorias principais: a primeira diz respeito ao seguro obrigatório, o DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres), enquanto a segunda compreende os seguros facultativos, que são aqueles com coberturas escolhidas pelo cliente.

As franquias dos seguros facultativos, nesse sentido, correspondem aos valores —determinados na apólice — a serem desembolsados pelos contratantes para consertar avarias nos veículos em cada sinistro que vier a ocorrer.

Pode parecer complicado para quem não entende do assunto, mas não é. Imagine o seguinte exemplo: você colidiu o seu carro contra outro e o conserto de ambos ficou orçado em R$5.000,00, sendo que sua franquia, de acordo com a apólice, é de R$1.000,00. Nesse caso, você se obrigará a pagar apenas o valor da franquia, e a seguradora ficará responsável pelos R$4.000,00 restantes.

Como são calculados os valores de franquia em seguro auto?

O preço da franquia, ainda que significativo, estará sempre muito abaixo do valor do automóvel. Seu valor é definido a partir de uma série de especificidades do contrato a ser firmado, como tipo e modelo de carro (se é visado no mercado, se tem preço alto de peças de reposição, etc), perfil do motorista (idade, hábitos, dentre outros) e demais informações que a seguradora julgar importantes.

As propostas com diferentes preços de franquias (básica, reduzida, ampliada ou isenta) tendem a fazer com que o preço pago pelo seguro venha a variar bastante, motivo pelo qual é preciso estar bastante atento ao fechar negócio. A regra é: quanto menor a franquia, maior o preço do seguro.

Como fica a franquia no caso de danos causados a terceiros e à perda total?

Se você opta por contratar seguro contra danos causados a terceiros (o seguro de responsabilidade civil facultativa de veículos) e provoca um acidente de trânsito, terá de pagar o valor da franquia conforme determinação da apólice.

Entretanto, nos casos em que o veículo sofrer perda total (quando o preço do conserto ultrapassa 75% de seu valor), não será necessário o pagamento do valor da franquia para o recebimento do prêmio, uma vez que não é necessária a realização de nenhum reparo no automóvel.

Vale a pena pagar seguro contra roubo de retrovisores e cobertura de vidros?

Contratantes que optam pela cobertura contra roubo de retrovisores e reparo de vidros dos carros (o que inclui até mesmo seus faróis e retrovisores) saem na frente ao proteger seu automóvel, motivo pelo qual vale a pena pagar um adicional no momento da assinatura do seguro para tanto.

Nesse caso em específico, é possível fazer constar na apólice um valor reduzido de franquia apenas para o conserto dos itens, já que apresentam menor valor que o conserto de outros acidentes, por exemplo.

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *