• Home
  • App
  • 6 questões para analisar antes de fazer um seguro de vida

6 questões para analisar antes de fazer um seguro de vida

Não tem como fugir — a vida reserva muitas surpresas. Por mais que queiramos, nem sempre elas são agradáveis e felizes como gostaríamos. Justamente por isso, um seguro de vida é uma ótima alternativa para viver de forma mais tranquila e despreocupada.

Essa é uma forma de viver melhor, deixar seus parentes mais calmos e ter mais segurança — motivos de sobra para investir nesse ponto. Ainda assim, nem sempre é fácil escolher a melhor opção.

Veja hoje quais pontos você deve analisar antes de fechar um contrato e garantir uma escolha mais acertada. Vamos lá?

1. Pesquise um seguro de vida em vários lugares

Encontrar uma seguradora e fechar imediatamente com ela não é nada bom  por melhor que ela seja. O ideal é pesquisar, analisar os mais diversos pontos e considerar as variações nas tabelas de preços (que podem ser muito diversificados de um lugar para outro).

Essa é uma maneira de garantir mais segurança na hora de escolher um seguro de vida, além de encontrar opções com outros tipos de cobertura e vantagens.

2. Analise se está recebendo tudo o que pediu

Por mais clichê que isso pareça, é fundamental ler toda a documentação antes de assinar. Algumas pessoas ainda não fazem isso, incrivelmente. Não caia nessa cilada, mas leia tudo com atenção e pergunte caso tenha alguma dúvida.

Além disso, esteja atento se todas as informações e pedidos que você fez estão sendo atendidos nessa apólice. Esses pontos devem ser analisados antes de assinar qualquer coisa, pois é quando as mudanças podem ser feitas. 

3. Considere o valor a ser pago

Um seguro de vida também deve ter parcelas dentro de um valor aceitável para você. Até mesmo porque não adianta nada fechar um modelo maravilhoso que não caiba no seu orçamento.

Portanto, considere esse ponto, veja qual será o preço da parcela, se ela costuma subir com o passar do tempo e outros detalhes que considerar pertinentes.

4. Reflita sobre a cobertura oferecida

A cobertura que ele promove é outro ponto que merece muita atenção. Pense que ela tem relação direta com a sua família e como ela vai viver em uma eventual necessidade. Portanto, revise esse ponto antes de contratar e acompanhe com o passar dos anos, pois algumas mudanças podem acontecer.

Somado a isso, considere também uma cobertura agregada de doenças graves. Com o aumento do estresse, ansiedade e má alimentação, é cada vez mais comum encontrar pessoas acometidas pelas mais diversas enfermidades, como câncer, infarto prematuro e outros problemas.

Existem também os acidentes de trânsito e a insegurança que assola o nosso país. Por mais prudentes que sejamos, não dá para saber quando seremos acometidos por algum desses fatores, não é mesmo? Por isso, nada melhor que estar protegido!

5. Compartilhe os pontos com os seus parentes

Antes de fechar (ou logo depois que fizer isso), aproveite para compartilhar com os seus familiares o que você realmente contratou. Explique sobre os planos, prêmios, benefícios existentes, eventuais mudanças e outros detalhes.

Essa é uma maneira de fazer com que eles fiquem sabendo todos os detalhes e possam cobrar em uma eventual necessidade. Afinal de contas, se eles não sabem de nada, é natural que aceitem o que vier, não é mesmo? 

6. Tenha uma cópia do documento

Ter uma cópia do seguro de vida, impressa ou on-line, é uma ótima maneira de se resguardar  afinal de contas, ele tem validade legal. E tem mais: essa é uma maneira de tirar dúvidas e consultar muitos pontos sempre que precisar.

Agora que você já sabe o que considerar antes de fechar um seguro de vida, não deixe de colocar tudo em prática. Essa é uma ótima maneira de garantir uma escolha mais acertada! 

Conhece outro ponto que deve ser levado em consideração? Compartilhe no espaço abaixo e ajude outras pessoas nesse momento tão importante. 

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *