• Home
  • Blog
  • 3 dicas de investimentos para quem quer garantir a aposentadoria

3 dicas de investimentos para quem quer garantir a aposentadoria

Garantir uma aposentadoria digna é uma preocupação para quase todo mundo, e já sabemos que os valores pagos pela previdência pública não serão suficientes. Além disso, vemos o Governo endurecendo cada vez mais as regras para a concessão do benefício e aumentando o tempo de contribuição. Aí fica a dúvida: como é possível compensar isso? Quais os melhores investimentos para aposentadoria?

Antes de falar de investimentos, vamos abordar uma questão conceitual: para tudo na vida, a melhor forma de ter tranquilidade é se planejar. Quer saber como?

Vamos supor que você é um empresário e sofreu algum tipo de acidente. Se tiver um bom plano de saúde e uma reserva para emergências, vai poder se recuperar com muito mais tranquilidade. Assim, até mesmo os imprevistos podem ser minimizados com planejamento.

No caso da aposentadoria, sabemos que esse dia vai chegar nas nossas vidas e ainda podemos nos planejar muito melhor. Por isso, separamos 3 dicas de investimentos para aposentadoria que são boas opções para o longo prazo:

1. Tesouro Direto

O Tesouro Direto é o sistema pelo qual o Governo vende títulos da sua dívida diretamente aos investidores pessoa física. Os títulos públicos são considerados investimentos de baixo risco, por isso são indicados para aquelas reservas que não podem sofrer grandes oscilações.

No entanto, vale destacar que existem vários tipos diferentes de títulos públicos. Quando falamos de aposentadoria, o mais importante é que o poder de compra seja preservado. Por isso, o título mais indicado para esse objetivo é o Tesouro IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Ele paga para o investidor a variação do IPCA, que é o índice de inflação “oficial” do país, mais uma taxa de juros definida no momento da compra do título.

Isso significa que você vai receber, lá na frente, quando o título vencer, seu dinheiro corrigido pela inflação e mais um rendimento.

Para comprar títulos públicos, você precisa se cadastrar em uma corretora de valores. O cadastro costuma ser bem simples, mas é preciso ficar atento porque cada corretora cobra uma taxa diferente para essas negociações, já algumas não cobram nada. No site do Tesouro Direto você pode conferir as instituições habilitadas e as taxas praticadas por cada uma. Pesquise antes de investir!

2. LCI e LCA

As LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) e LCAs (Letras de Crédito do Agronegócio) são títulos de renda fixa lastreados (garantidos) em empréstimos imobiliários (no caso das LCIs) e para o setor de agronegócio (no caso das LCAs).

A grande vantagem desse tipo de investimento é que ele é isento de imposto de renda. Mesmo assim, alguns fatores merecem atenção. Em primeiro lugar, existem LCIs e LCAs prefixadas e outras pós-fixadas. Nos dois casos, é preciso checar qual é o rendimento previsto para a aplicação.

As letras pós-fixadas costumam pagar um percentual do CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Compare sempre as taxas e leve em consideração os riscos. Os bancos grandes costumam pagar menos justamente porque são grandes, ou seja, o risco de eles quebrarem é pequeno, então o risco da aplicação também é menor.

3. Previdência privada

A previdência privada é um dos meios mais tradicionais para complementar a aposentadoria. E ela tem suas vantagens, como a aplicação mensal automática, que criam uma disciplina valiosa para acumular recursos para a aposentadoria.

No entanto, é preciso observar as taxas de administração e de carregamento do plano. Se elas forem altas, vão corroer boa parte dos rendimentos. Vale fazer uma comparação entre as instituições.

Além disso, confira o rendimento do plano. É preciso ter um bom gestor para que o fundo de investimento do plano apresente bons resultados.

Por fim, entenda bem a tributação do plano no qual pensa em aplicar. Existem tipos diferentes de tributação e cada um deles é mais adequado para uma finalidade. Se escolher errado, você pode acabar pagando um imposto alto, inclusive, sobre o valor investido, e não apenas sobre o rendimento. Por isso, informe-se bem!

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *